Vegano e Sofia

5 Dicas Importantes para Quem Quer Consumir Kefir

O Kefir ganhou certo ‘status’ nos últimos tempos, graças a seus inúmeros benefícios. Mas antes de cultivar, conheça essas 5 dicas importantes para quem quer consumir kefir.

Antes de pular para as dicas importantes para quem quer consumir kefir, vale explicar o que é o Kefir. Segundo a nutricionista Josana Monteiro, o Kefir é um pool de bactérias do bem, ou seja, um conjunto de bactérias que trabalham em favor do nosso corpo.

O consumo, regular e frequente, da água utilizada no cultivo dessas bactérias pode trazer muitos benefícios à saúde. Ao tomar o kefir, populamos positivamente o intestino, reforçando assim as defesas do corpo. Dessa maneira, portanto, esse alimento atua como auxiliar do sistema imunológico.

Ainda não existem estudos sólidos quanto à quantidade de kefir que deve ser consumida diariamente, no entanto, constatou-se que pequenas quantidades já são suficientes para ajudar no tratamento de infecções de urina de repetição, doenças relacionadas ao trato intestinal e até no controle da diabetes.

Infelizmente, por se tratar de um alimento que se consegue através de doações, não existe um investimento alto em pesquisas. Mas se temos essa fonte de saúde em mãos, por que não fazer uso dela?

Aí vão as 5 dicas importantes para quem quer consumir kefir:

1  Conheça a Fonte do Kefir que Vai Consumir

Como o Kefir é conseguido através de doações, é de fundamental importância que você saiba como era tratado o kefir antes de chegar nas suas mãos. Isso é importante porque pode haver contaminação na água do kefir e, uma vez contaminado, existe uma chance de você consumir bactérias e fungos patológicos. Portanto, certifique-se de que a fonte das suas bactérias do bem é confiável.

2  Utilize Água e Açúcar de Qualidade

Para que o seu pool de bactérias sobreviva e se reproduza, é preciso utilizar sempre água filtrada e açúcar de boa qualidade. Você pode optar por açúcar mascavo, melado de cana ou rapadura. Quanto menos refinado, melhor. Há também uma variação de qualidade entre as marcas de açúcar, portanto, observe o desenvolvimento do seu kefir e caso note uma queda na produção, troque a marca do açúcar.

3  Não Tampe e Não Leve os Grãos à Geladeira

O seu kefir precisa respirar, por isso, não tampe. Coloque algum paninho no topo do recipiente apenas para evitar que entrem bichinhos ou que caia sujeira. Também não é indicado levar os grãos à geladeira. Baixas temperaturas o tornam inativo.

4  Lave os Grãos Uma Vez por Semana

É importante, além de coar entre 12 e 48 horas diariamente, lavar os grãos pelo menos uma vez por semana. Faça essa limpeza com água filtrada.

5  Congele o Excesso

Se você cuidar do seu kefir com amor e cuidado eles se multiplicará rapidamente. Muitas vezes não conseguimos doar o suficiente, por isso, uma dica importante é congelar os grãos excedentes. Você pode colocá-los em forminhas ou recipientes limpinhos e leva-los ao congelador. Esse mesmo processo pode ser feito quando você for viajar e não tiver quem cuide dos seus bebês por você.

Uma vez congelado, o kefir fica inativo. Quando precisar, basta deixar descongelar naturalmente e depois preencher com água, açúcar e muito amor.

Curtiu essas dicas? Então conta pra mim o que achou! Se quiser, você pode assistir a esse papo que tive com a Nutricionista Josana e com a advogada vegetariana Ana Carolina sobre kefir:

 

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.