Vegano e Sofia

Cuidando da Saúde da Mulher Através da MTC

Continuamos nosso papo sobre a saúde da mulher através da MTC, Medicina Tradicional Chinesa.

Hoje vamos falar sobre o mês de ouro, a amamentação, o desmame, o modelo solitário, a segunda primavera e muito mais. Confira!

MÊS DE OURO

Na sabedoria oriental a fase da mulher após o nascimento do bebê é conhecida como o Mês de Ouro.

Ao contrário do que muitos pensam, hoje em dia, a mulher não deve querer se recuperar o mais rápido possível e voltar as suas atividades, seja dentro ou fora de casa. Ela deve sim respeitar esta fase para recuperar forças e se resguardar.

No mês de ouro ela poderá eliminar ou aliviar desarmonias (doenças), que às vezes vem apresentando há anos e até mesmo evitar adquirir novas, que poderá levar para a vida inteira.

O repouso total deve ser de pelo menos de 40 dias, com alimentação equilibrada para recuperar a energia Yang que foi perdida no momento do parto.

AMAMENTAÇÃO

Amamentar é algo natural, essencial para o bebê e para mãe. Para o bebê porque é no leite materno que estão os nutrientes necessários para garantir a sua saúde atual e futura. Para a mãe, porque além da conexão com o bebê, através do contato físico e visual, gera a contração do útero e evita sangramentos excessivos e por consequência muita perda de QI (Energia).

DESMAME

Falando um pouco mais sobre a amamentação, devemos entender que o tempo de desmame é muito pessoal e irá variar muito de uma situação a outra. Cada mãe, conectada com seu eu interior, com sua essência feminina, deveria fazer as seguintes perguntas para conseguir decidir-se o melhor momento para o desmame: como me sinto amamentando? Como meu bebê está amamentado? Sentimo-nos bem com isto? Temos algum empecilho para continuar?

A partir das respostas para as questões acima, a própria mãe deve decidir qual é o seu momento e não se basear em opiniões alheias, que muitas vezes levam ao sofrimento desnecessário dela e do bebê.

Segundo a psicóloga e escritora Laura Gutman, muitas vezes as mulheres se escondem atrás da ingenuidade e negam a sua sabedoria natural, sua intuição, se sentem desprovidas de conhecimento, visão, inspiração e não sentem sua vida vibrar por dentro e por fora.

MODELO SOLIDÁRIO

Ainda, segundo Laura Gutman, a mãe não deve ficar muito tempo sozinha, ela precisa de assistência. A companhia e disponibilidade de outra pessoas, que não a julguem e nem se intrometam, mas que estejam presentes e se encarreguem de tarefas delegáveis (cuidar dos filhos maiores, limpar, cozinhar, etc) é fundamental.

Seria interessante incentivar modelos solidários para que o pós-parto não seja um suplício, mas sim um período de sabedoria celestial.

VOLTA A ROTINA

Após 40 dias do parto, se não tiver nenhum empecilho, a mãe já pode ir voltando a sua rotina calmamente. Nos exercícios poderá fazer alongamentos leves, contração do músculo períneo e caminhada que pode funcionar também como uma meditação ativa.

Quando temos uma mãe saudável, física e emocionalmente, é sempre muito mais provável que o filho também seja saudável.

SEGUNDA PRIMAVERA

ORIENTE

No oriente a menopausa recebe o nome de Segunda Primavera, pois eles acreditam que este é um momento para a mulher de novas oportunidades. Nessa fase, ela poderá olhar um pouco mais para quem realmente é e o que realmente deseja da vida. Um momento que algo novo e especial poderá surgir.

OCIDENTE

Já no ocidente a menopausa é entendida como um momento de pausa, não só do sessar da menstruação, mas também na diminuição da energia da mulher, onde vibra a sua essência de vida. Então, ela está fadada ao recolhimento, a velhice e a falta de oportunidades.

A menopausa é a data que marca a última menstruação – ela ocorre, em média, entre 48 e 51 anos de idade, devido à interrupção da produção dos hormônios femininos pelos ovários.

Quando é prematura, os sintomas aparecem antes dos 40 anos de idade. A causa é, na maioria das vezes, desconhecida, mas pode ser de origem genética, autoimune, infecciosa ou iatrogênica (após radioterapia, quimioterapia, cirurgia).

Quando a mulher se aproxima dos 30 anos, os ovários começam a produzir menos estrogênio e progesterona – hormônios que regulam a menstruação – e a fertilidade diminui. Com a chegada dos 40, os períodos menstruais podem tornar-se mais longos, curtos e mais ou menos frequentes, até que eventualmente – em média, aos 51 anos – os ovários deixam de produzir óvulos e não há mais períodos menstruais.

PRESERVAR O QI PRÉ-NATAL E PÓS-NATAL

A menstruação pode acabar repentinamente ou iniciar ciclos irregulares 5 a 10 anos antes (climatério). Neste momento há a diminuição da quantidade de QI (energia) e Essência, assim necessitamos mais da essência pré-natal, que é aquela que herdamos dos nossos antepassados.

Devemos ao máximo procurar preservar esta essência pré-natal, pois ela não poderá ser substituída. Já a essência pós-natal, que é aquela adquirida com nossos bons hábitos de vida, só depende de nós desenvolvê-la e preservá-la.

MANTER A MENTE SAUDÁVEL

Algo positivo que também acontece neste momento da vida da mulher é que o Sangue e o QI, não tendo que nutrir o útero, nutrem o coração. É nele que  mora a nossa mente, a nossa verdade, mas se não controlarmos a energia Yang pode ocorrer a Deficiência de QI do Fígado, levando a mais deficiência do Sangue e prejudicando o Coração, por consequência, a mente.

AUTOCONHECIMENTO

O autoconhecimento seria indispensável em todos os momentos da nossa vida, mas especialmente nesta fase é essencial para que possamos aceitar e acolher a impermanência da vida.

“SE DENTRO DO SEU CORPO HÁ UM BOM QI, NENHUM MAL PODERÁ PEGÁ-LO” (ditado popular chinês)

Por isso afirmo: preserve seu QI através de bons hábitos e tenha uma vida longa e saudável.

Enfim chegamos as últimas fases do ciclo da mulher. Espero que tenham gostado e qualquer dúvida ficarei feliz em responder.

Bjus a todas!

Sobre a autora:

Maria Cláudia Bittencourt, pós-graduada em Medicina Tradicional Chinesa (Acupuntura) pela Universidade de Mogi das Cruzes e Practitioner em Terapia Floral de Bach pelo Instituto Bach da Inglaterra. (BRZ-2018-0828M).

Wattsap: (11) 98152-9122

E mail: caubittencourt@hotmail.com

Instagram: @mcbittenco

Conheça minha página no facebook clicando aqui!

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.